terça-feira, agosto 08, 2006

7º ICS

Os 255 km ou mais e as 3h54 / 4h e tal, correram sem grande problema, à excepção de uma pequena colisão sem qualquer tipo de dano!
Pelo segundo ano, ruma-mos “pur las terras de Miranda”, destino: Interceltico de Sendim…que foi para a sua 7ª edição.

1º Dia
A chegada ao local deu-se pelo fim da tarde, e começou-se logo a sentir o “ambiente festival”, com o aparecimento de pessoal mais alternativo, que não tinha muito haver com a população da região. Pousadas as malas, e o jantar já em digestão, rumou-se para o recinto, onde as condições haviam melhorado face ao ano transacto. A bilheteira já não era um contentor, mas sim uma janela da junta de freguesia J e os bilhetes, de um mero papel, foram trocados por pulseiras festivaleiras, evolução acima de tudo. Lá dentro tudo igual, ou seja, as barraquinhas do artesanato e gastronomia e as tão acotiadas barraquinha (que faziam uma fileira de uma ponta á outra do recinto) do sponsor, Super Bock e a do “Licor Celta”, que a sua receita ainda continua nos segredos dos celtas …(mais ou menos, andam por aí alguns rebuliços com a essência desvendada)

A abertura do espectáculo no recinto principal coube a Célio Pires, musico / gaiteiro de las Terras de Miranda, e diga-se de passagem que foi dos melhores do festival, uma gaita de fole, e duas percussões fizeram as delícias da multidão. Seguiram-se os espanhóis Hexacorde c/ Vanessa Muela que deu para acalmar um pouco e os cabeças de cartaz do dia, os irlandeses Lunasa, que agalhofaram a noite (penso que a taxa de álcool já o proibia conduzir) com os “oubrigádou” e “hé heey” …
A noite continuou na Taberna dos Celtas, onde a multidão ruma depois dos concertos, para comes e bebes e mais música.

2ºDia
Cantam os galos, soam os sinos da Eigreija (não cantam nada, era para dar um pouco de metáfora à cena) (escreve-se Eigreija em Mirandês) e bem cedo, toca a por a pé … visita à cidade mais a Nordeste du Berdugal adivinhava-se, Miranda do Douro … não vi-mos grande parte da cidade, apenas um pouco da zona histórica, bem arranjada e cuidada …aconselho a lá irem, pois que é bastante agradável

Hora de concertos, aguardava-se os tão desejados e cabeças de cartaz da segunda noite, de modo tão efusivo, que os Mielotxim e Berroguetto passaram-se-me meio despercebido. Entre umas voltas, comes e bebes, entradas e saídas no recinto á espera dos Hevia, conhece-mos outro Galandum, o Manuel Meirinhos, ao qual trocamos umas impressões sobre a vida J (mais um amigo para toda a vida hehe)
Começaram os Hevia, e logo nos desiludiu com a sua gaita de fole electrónica, confesso que foi a primeira vez que vi e não gostei, quem me tira a tradicional, tira-me tudo. Apesar de terem tocado com uma tradicional…não excederam as expectativas, salvo a um grupo de bombeiros tresloucados, que pareciam meninas eufóricas nos concertos dos D’ZRT ou num show de Strip! A noite findou mais uma vez na Taberna dos Celtas.

3ºDia
Regresso a casa, mais 255 km (ou mais) e 3h54 ou 4h e tal (ou mais) debaixo de um calor infindável, e alguns incêndios…infelizmente, e para cumulo, assisti-mos a situação ridícula, que foi o lançamento de foguetes, e um incêndio a deflagrar ao lado…viva os Tugas!

Para o ano, lá estaremos

www.intercelticosendim.com

E, em Mirandês, vos deixo umas passagens:

Quadra

Pobo que stais a oubir
Que muito bos anganhais
Bós dezis que you sou tonto
Mas bós inda sodes mais.

Agora de barriga chena
Yê que you me bou a stender
I bós stais todos de boca abiêrta
Cun bien ganas de comer.


Lhaços de la pomiênta
Quatro quartas de pomiênta
An la tiênda de l rincon
L tendeiro nun stá an casa
La criada me la bendiu:
Me ajustei cun la criada
Porque ajustaba melhor.
Al cabo de nuôbe meses
La pomiênta rebentou...
Ten cuônta,
Ten cuônta, Nun te pique la pomiênta

ADIVINHA
Ua casa cun doze damas
Cada dama ten quatro quartos
Todas eilhas ténen meias
I ningua ten çapatos
Que yę?


PS: Que tal, escrever-mos um mail para o marido da D. Fernanda para que a próxima edição do ICS seja com mais bandas portuguesas? MU, Galandum, At-Tambor, Mandragura, Orquestrinha do Terror entre outras…encaixavam-se não?

1 comentário:

kell disse...

Mais uma vez....BIBA SENDIN....BIBA LA CAPITAL DE LAS ARRIBAS... pro ano espero la voltar